SHI HONG ACUPUNTURA

Notícias

A infertilidade afeta uma grande parte dos jovens casais, sendo um problema cada dia mais comum na sociedade moderna. Vários fatores contribuem para este número, como idade (os casamentos ocorrem mais tardiamente), obesidade, diabetes, doenças sexualmente transmissíveis, ansiedade, estresse, maus hábitos de vida, entre outros.

Dessa forma, após um ano de tentativas de gravidez sem sucesso, o casal necessita de uma investigação clínica e laboratorial, a fim de que seja feito o diagnóstico da infertilidade, que será fundamental para orientar a forma de tratamento.

O tratamento da infertilidade pela Acupuntura pode ocorrer em duas situações diferentes: facilitar a gestação em pacientes sem causa de infertilidade aparente, ou proporcionar um auxílio complementar às técnicas de fertilização assistida, quando esta for indicada.

O objetivo do tratamento com Acupuntura é reestabelecer o equilíbrio global do organismo, promovendo a integração do eixo meridianos (corpo energético) – mente – corpo, e assim restaurar a harmonização e o bom funcionamento dos órgãos e sistemas do corpo. Por isso, a Acupuntura trata também o aspecto psicológico, o que é fundamental nesses casos, visto que esta é uma situação que gera sintomas de ansiedade, tensão, e auto-cobrança na mulher, e hoje sabe-se que o estresse afeta diretamente a ovulação, chegando até a inibi-la em alguns casos. A acupuntura age, então, diminuindo a ansiedade inerente a todo este processo, e cria um espaço de relaxamento, consciência corporal e promoção da saúde, devolvendo o bem estar corporal e a autoconfiança da paciente.

Já no caso do tratamento com técnicas de fertilização assistida, a acupuntura é um ótimo tratamento auxiliar, pois além de proporcionar o mesmo equilíbrio e harmonização, ela pode: diminuir os efeitos colaterais das medicações utilizadas (em geral hormônios), tais como irritabilidade, aumento de peso, inchaço, dores de cabeça, constipação, mal-estar geral do corpo; melhorar a qualidade dos óvulos que serão utilizados no ciclo; melhorar a irrigação sanguínea do útero, contribuindo para que o embrião possa aderir à parede do útero (nidação) e para o desenvolvimento do mesmo.

As sessões de acupuntura, além de tratarem de diversas doenças, permitem um bem-estar psíquico e um relaxamento profundo extremamente benéficos.

Acupuntura é Multiprofissional: a Medicina Tradicional Chinesa tem seu próprio sistema teórico, completamente independente da medicina ocidental (alopática). O Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional – COFFITO - foi o primeiro no Brasil a reconheceracupuntura como especialidade, em 1985. A jurisprudência brasileira sobre o tema é absolutamente uniforme no sentido da legalidade da prática da acupuntura por Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais, de modo que qualquer decisão em contrário é totalmente discrepante e destoante do entendimento pacífico e consolidado de todos os tribunais de todo o país.


Fonte: Revista Saúde - Umuarama


VOLTAR